Peito e mamas: O que essa região do corpo tem a dizer?

Peito e mamas flácidas? Conquiste seus objetivos!

 

É comum vermos e ouvirmos pessoa que reclamam sobre a flacidez presente em seu peito. Nas mulheres, ela se apresenta em mamas caídas e, nos homens, normalmente há um excesso de gordura no peitoral.

Você sabia que toda flacidez, independente de onde ela está presente, representa falta de força de vontade e iniciativa? Pois bem, se você deseja seios mais rígidos e peitoral mais forte comece trabalhando o seu psicológico.

Em seu livro, Cristina Cairo afirma que peitoral e mamas estão amplamente ligados à coragem e ousadia. É importante, então, a pessoa afetada escolher moldar-se ou não, ao ambiente em que vive.

 

A flacidez

 

Toda flacidez simboliza a falta de iniciativa e força de vontade para vencer. O simples fato de estar tocando sua vida sozinho não significa estar vivendo plenamente e com fibra em seus atos. Está, na verdade, arrastando-se com dificuldades e sem alegrias.

O peitoral e as mamas expressam a coragem, a ousadia, a força interior que não se abala nem desaba, a mente ágil e dócil que não se confronta, mas que se contrai e se expande, moldando-se ao ambiente.

Se há gordura localizada nos músculos peitorais e flacidez das mamas, isso significa que a pessoa está guardando ressentimentos e que desistiu de lutar pelos seus objetivos, por sentir-se oprimida ou por acreditar que não pode mudar o destino.

Oportuno é o dito popular: “Tem de ter peito para enfrentar”. Ter peito não significa agredir os outros para conquistar seu espaço e realizar seus sonhos, mas ser firme para não desistir de seus objetivos e ao mesmo tempo maleável, persistente e capaz de manter a excitação saudável da vitória.

Se você tem peito caído, observe seu próprio comportamento quando vê seus castelos ruírem: você os reconstrói com determinação, sem se lamentar e relembrar o que passou ou fica indignada, remoendo ressentimentos e sofrimentos?

Tenha peito para tomar decisões importantes e nunca inicie uma conversa apontando seu dedo para o outro. Isso seria uma demonstração de fraqueza de espírito. Assuma sempre a responsabilidade dos fatos, não culpe os outros e deixe que a sabedoria de Deus conduza você a um bom relacionamento. Afinal, sempre criamos o nosso destino através de pensamentos, palavras e atos.

Por isso devemos assumir a responsabilidade e mudar os fatos com a força do desapego e amor incondicional, com firmeza e sem ressentimentos. Seu inconsciente compreenderá que você se tornou uma pessoa de coragem e prudência e responderá positivamente, enrijecendo a sua musculatura peitoral e tirando a função das incômodas gordurinhas de mostrar-lhe o quanto você se acovardava em assumir a sua vida e seus erros de julgamento ou de teimosia em querer que tudo fosse do seu jeito.

Persistir significa acreditar na realização sem esmorecer e aceitando que o olho divino enxerga soluções de formas diferentes da sua.

Faça mudanças em sua vida ou aceite, documente, as mudanças que lhe são colocadas por outras pessoas. Se pretender rejeitá-las, diga sem medo o que pensa e sente. Faça de sua vida um lugar agradável para você estar. Nunca use a chantagem como recurso apelativo e jamais imponha a ninguém o que você deseja. Apenas respeite-se e coloque-se numa postura ativa e não só de espera. As pessoas perceberão através de seus atos o quanto você é firme em seus propósitos.

Aprenda, definitivamente, que não se deve esperar nada de ninguém, nem mesmo o reconhecimento, para não se frustrar. Com certeza você entrará num novo campo vibratório, atraindo pessoas como você. Continue com seus exercícios físicos e seus tratamentos normalmente, mas mude seu caráter para que os processos de beleza e de saúde sejam acelerados. Exercite o novo comportamento até que ele, pela força do hábito, faça parte de sua vida, pois tudo é condicionamento.

A vida ativa e pensamentos elevados e alegres rejuvenescem o ser humano. Acredite!

A mulher que amamenta o filho não precisa, necessariamente, ficar com suas mamas caídas, isso não faz sentido para a linguagem do corpo. Somente ela sabe o que foi transformado em seu interior em consequência da gravidez. Muitas encaram a gravidez como “fim de linha”, em todos os sentidos, e se jogam para dentro do lar para se realizarem como mães, mas se frustram quanto aos sonhos que almejavam, seja profissionalmente, ou como mulher.

Na verdade, são raras as mulheres que encaram a gravidez ou a vida de casada como extensão de seus sonhos. A maioria “perde o peito” para tocar seu mundo pessoal. Se você acusa seu marido pelas suas frustrações, lembre-se do que expliquei linhas atrás sobre assumir a responsabilidade da criação de seu próprio destino e pare de culpar os outros.

Se você partiu para um casamento ou engravidou, foi uma opção sua, certo? Ainda que tenha sido forçada a isso, não significa que você não possa modificar as coisas. Então, tenha peito de assumir seus erros, com determinação, indo em busca de seu espaço (a não ser que você tenha as panturrilhas finas).

Lembre-se das palavras de Cristo: “Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível.”

O tamanho

Quando as mamas são pequenas, isso denota uma mulher yang, ou seja, que não admite autoridade sobre ela e que repudia a ideia de ficar presa ou ser comandada por alguém ou alguma situação. Essa mulher tem necessidade de liberdade e de poucos vínculos. Muitas demoram para se casar e, quando se casam, procuram se desvincular rapidamente de pressões familiares ou sociais. Na verdade, a mulher de mamas pequenas quer ser dona do próprio nariz e, por isso, aparenta ser autoritária.

A cirurgia plástica para aumentar as mamas só dará certo se a mulher transformar seu interior primeiro. Ela precisa tornar-se mais flexível em seu comportamento, mais acolhedora e conselheira, e uma mãe equilibrada em seus zelos tanto para com seus próprios filhos quanto para com pessoas estranhas. Quando fizer isso, seu subconsciente fará o organismo reagir positivamente em relação à prótese mamaria ou mesmo no desenvolvimento natural das mamas, significando que aquela é uma mulher menos yang e mais feminina e maternal.

Quando as mamas são grandes, a mulher é yin, ou seja, tem tendência a anular-se devido a um instinto maternal exagerado. Essa característica do corpo denota a mulher que acolhe, protege e supre as necessidades de quem a solicita. Trata-se da verdadeira “mãezona” de todos, não só de seus filhos. Magoa-se com facilidade e muitas vezes deixa de realizar seus sonhos em prol dos de outras pessoas, principalmente de familiares.

Quando uma mulher de mamas grandes decide fazer uma cirurgia plástica para diminuí-las, está dando um sinal inconsciente de que deseja cuidar mais de si mesma, com certeza em decorrência de uma mudança de vida pela qual esteja passando. Se as mamas voltarem a se desenvolver após a cirurgia, isso significa que seu comportamento maternal e super protetor resiste em ceder para a atitude mais independente e realizadora que essa mulher deseja.

O subconsciente é muito coerente e só colabora com a mudança corporal se a pessoa realmente estiver se transformando na alma. O corpo é o reflexo do que sentimos e nunca mostra o que não somos.

Buscar o equilíbrio nas atitudes é uma grande saída para conseguir mudanças em nossas vidas. Muitas vezes, sentimentos secretos ou inconscientes de culpa desenvolvem na mulher um desejo profundo de proteger e ajudar exageradamente as pessoas que convivem com ela. Portanto, descubra a cada dia quem você deseja ser na verdade e assuma sua nova postura com carinho e respeito pelos outros.

Seu corpo irá mostrar quem você está sendo. Tudo pode ser alterado pelo autoconhecimento e nossa força de vontade para compreender as leis do Universo.
Agende sua sessão de ThetaHealing® e mude sua postura interna para melhor.

Fonte: EuSemFronteiras

*ThetaHealing Institute of Knowledge® e Think®: trademarks of Nature Path Inc

**ThetaHealing® and ThetaHealer® are registered trademarks of THInK at http://www.thetahealing.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s