Você percebe onde você se colocou?

Onde você está agora? No trabalho, em sua casa, na casa de amigos ou parentes ? Bom, isso na verdade não importa. O que importa mesmo é que neste momento você está tendo uma oportunidade de descobrir e adquirir consciência de onde você realmente está, de onde você mesmo se colocou e está aceitando estar nesse exato momento de sua vida. Você tem esta certeza? Você sabe exatamente onde está? Será? 

Pare por alguns momentos e olhe-se no espelho. O que você vê? Uma pessoa feliz, realizada, forte, dona de si, com a autoestima elevada? Ou você vê alguém triste, infeliz, sem saber se tem ou não o controle sobre sua própria vida, não realizada, ainda em busca de alguma coisa que nem sabe direito o que é? Olhe para os seus olhos, como eles estão se expressando? Olhe para seus cabelos. Eles estão do jeito que você gosta de vê-los penteados? E seu sorriso? Ele é sincero, brilhante, cheio de vida, ou você precisa se esforçar para conseguir um sorrisinho amarelado?
Agora saia da frente do espelho e comece a reparar as coisas ao seu redor. Está tudo do jeito que você gostaria que estivesse? O sofá está no canto que você gosta? Os objetos expressam o seu perfil? Olhe para as pessoas à sua volta. São as pessoas que você gostaria que estivessem ao seu lado? 
Pergunte-se a si mesmo – O que estou fazendo aqui? – e responda sem medo para você mesmo. Pergunte-se novamente – É aqui que eu quero estar? – e responda sem medo mais uma vez.
Você provavelmente deve ter tido algumas boas respostas, e certamente algumas delas devem ter lhe despertado um certo…. medo, uma sensação de não sentir direito a firmeza de onde está pisando. E se foi assim, você precisa entender o que é realmente o medo. O medo é uma ilusão, uma defesa criada pela sua mente, para preservar sua existência. Apenas isto. O cérebro talvez seja o único órgão existente no ser humano que ainda pode ser considerado pré-histórico. Ele ainda age como se estivesse com o homem das cavernas, que ao se deparar com um dinossauro, logo aciona todas as defesas possíveis e imagináveis em seus neurônios para defender a vida daquele ser humano. 
E acredite, o seu cérebro ainda age desta forma. E você nem se dá conta, porque é um processo automático. O seu cérebro não gosta de mudanças, ele é matemático, racional, tudo para ele precisa seguir um padrão pré-estabelecido e pré-programado, e quando você altera esse padrão, essa programação, ele reage, pois para ele você está saindo de sua “zona de segurança”, de seus “padrões seguros e estáveis”, e é neste momento que ele usa a principal arma que ele possui para lhe impedir de sair dos padrões: O MEDO, que te leva à estagnação e ao comodismo, à famosa zona de segurança que não te leva a lugar nenhum.

 

E aí eu pergunto novamente para você. Você sabe exatamente onde você está se colocando? Ainda tá com medo de descobrir?
Se ainda está, coloque um pouco este medo de lado e tente entender e aceitar que, se você está em um lugar que não quer estar, está fazendo o que não quer fazer, está ao lado de alguém que você não deseja, está seguindo uma filosofia ou religião que não vai de encontro com a sua própria verdade, é porque VOCÊ se colocou aí. Ninguém lhe obrigou a estar aí onde você está agora. Não adianta você querer colocar a culpa nas outras pessoas e situações. Se existe um responsável por você estar aí, esse responsável é unicamente, VOCÊ! 
Aceite isso sem medo e sem julgamentos a si mesmo. Você se colocou nisso sozinho, aceitou isso para você e pronto. Vamos ser mais práticos. Quando você vai assumir o controle da sua vida, ao invés de ficar dando ouvidos para o sistema do medo que a sua mente cria para você mesmo? Faça o que você quer fazer, tenha o que você quer ter, esteja onde você quer estar, mantenha ao seu lado quem você quer manter, e siga a filosofia e religião que você quer seguir. Quando você vai começar a ouvir e dar importância ao que você é e precisa, ao invés de alimentar os seus medos? Até quando você vai ficar estagnado em sua vida, semeando sua própria infelicidade e a infelicidade dos outros ao seu redor? Até quando você vai anular seus sonhos? Até quando você vai manter você mesmo em uma ilusão? 

 

Até quando você vai aceitar ter se colocado onde você mesmo se colocou?
Do que exatamente você tem medo? Esse medo é real ou é algo que não existe e você insiste em torná-lo real? Medo de ficar sozinho? Ninguém fica sozinho, isso é uma ilusão, você tem a si mesmo. 
Você tem medo de magoar as pessoas? Entenda que você não magoa ninguém, são as pessoas que se magoam sozinhas com as coisas que você diz e faz, que nada mais são do que, o que você sabe fazer e falar. 
Tem medo de perder os amigos? Ninguém fica sem amigos, e se você perder alguns amigos, é porque eles não entenderam suas escolhas, e você deve respeitar isso. Muitos amigos podem ir embora de sua vida e outros surgirão em seu caminho, é a lei da sincronicidade. 
Medo de perder o amor dos filhos? Nenhum Pai e nenhuma Mãe que baseia a educação no amor, na amizade, no apoio e no respeito, perdem o amor de seus filhos. Eles sempre serão muito mais que seus filhos. Serão seus amigos para o resto da vida, se você os enxergar desta forma.

 

Tem medo de sofrer, sentir falta de alguém ou alguma coisa? Isso é apego!!! E não se preocupe, pois esse sentimento passa, a tristeza passa, a saudade passa, a falta passa, até o trem passa… a única coisa que não pode passar é o tempo, sem que você faça alguma coisa para você, para o seu melhor, para seu crescimento e sua felicidade, pois você só poderá ver pessoas e situações felizes ao seu redor, se VOCÊ estiver feliz.
Assuma sua vida, seja o que você é, ouça seu coração, sua intuição, seu espírito. Arrisque, invente, sinta, faça, realize. Pare de usar o “estou muito velho pra isso” e o “eu não consigo” como desculpas, e pare de dar atenção a este sistema do medo que você se permite criar e alimentar, ouvindo sua mente e deixando tudo para amanhã, para o momento certo. O momento certo é agora, e é você que cria e determina o momento certo. Não fique sentado esperando o “universo” lhe avisar sobre o momento certo. Ele não vai tocar uma sirene de aviso. 
Siga em frente, movimente-se. Vida é movimento, o universo é movimento, é como o relógio, ele precisa andar para a frente, do contrário ele seria inútil. Tudo segue o fluxo indo para a frente, a evolução, os astros, o universo, os rios, os animais, os vegetais. Tudo que é próspero e evolutivo vai para frente e para cima. Até o caranguejo anda de lado e nunca pra trás. A galinha só cisca pra trás, mas sempre vai pra frente, aliás, ela faz um belíssimo ritual que deveria servir de lição, pois ela literalmente “joga”, “cisca” o passado para trás, para longe. 
E finalmente, esteja INTEIRO onde você estiver. Entenda que em qualquer lugar e situação, se você não estiver INTEIRO, você simplesmente NÃO ESTÁ. Não existe PRESENÇA nisto. Mas para ter presença é necessário QUERER!!!
Faça esta reflexão. Você merece esse tempinho para você mesmo. Pode ser que você perceba que tudo está exatamente do jeitinho que você queria, e isso é maravilhoso, é mágico, pois mostra que você é dono de sua vida e não precisa viver a vida de ninguém, seja por medo, por interesse ou por comodismo para se sentir feliz, mas também você pode se surpreender com a resposta, e perceber, que até este momento, você ainda não havia tido a menor ideia…
DE ONDE VOCÊ MESMO SE COLOCOU!!!
“Se o medo e o comodismo fossem coisas boas e iluminadas, eles não seriam criados na mente, mas sim no coração de todo ser humano.” (Ricardo Prado)

Que tal liberar esses medos? Entender como você foi parar aí? O que acha de criar uma nova realidade para a sua vida? Agende sua sessão de ThetaHealing, saiba que é possível mudar e ser feliz!

*ThetaHealing Institute of Knowledge® e Think®: trademarks of Nature Path Inc

**ThetaHealing® and ThetaHealer® are registered trademarks of THInK at http://www.thetahealing.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s