Amor próprio pode ser o remédio da sua anemia

Embora o termo anemia seja muito usado, não se trata de uma única condição orgânica, mas sim de várias alterações que comprometem a qualidade do sangue, reduzindo sua capacidade de fornecer oxigênio aos tecidos do corpo.

Dentre as principais causas das alterações no teor sanguíneo encontramos a deficiência na produção ou o excesso de destruição dos glóbulos vermelhos; redução da concentração da hemoglobina no sangue; falta de ferro; perda hemorrágica, etc.

Os glóbulos vermelhos são responsáveis pelo transporte do oxigênio, que representa uma espécie de matéria-prima para a produção da energia vital. Com vitalidade, temos disposição para agir, motivação para realizar as tarefas cotidianas com prazer e alegria.

Apesar da saúde do corpo influenciar positivamente no lado emocional, para ser saudável é necessário ter uma boa lição interna; assumir a vida e manter acesa a chama do viver propor-se a fazer o que for necessário para conquistar uma vida melhor.

De modo geral, as condições físicas refletem o estado de espírito, e essa é a fonte que nutre os tecidos orgânicos. Sendo o sangue o principal agente da vitalidade, o teor sanguíneo é determinado pelo ânimo da pessoa. Uma pessoa animada tem disposição para realizar seus objetivos, conseqüentemente, o corpo responde com saúde, mantendo o vigor necessário para o bem-viver.

O desânimo, por sua vez, impede a vertente interior. Quando a pessoa não está integrada a si, ela não emana as energias que promovem o vigor físico.

Metafisicamente, o anêmico não cultiva a chama de vida repousa em si mesmo. Ele não toma posse da sua vida, nem se assume como pessoa. Por não se assumir, não se sente condições de controlar a situação e ser bem-sucedido naquilo que almeja. Em vez de mobilizar seus próprios recursos para alcançar seus objetivos, busca nos outros o referencial para sua motivação e bem-estar.

O anêmico não acredita que poderá transpor os desafios de sua vida por si só; sempre procura alguém que o motive para cumprirem juntos a trajetória que é somente dele.

Enquanto houver um referencial de sustentação do seu humor, consegue manter-se bem; no entanto, quando se depara com as frustrações, mergulha no mais profundo abandono de si, podendo até desencadear processos depressivos, ansiosos, perda de libido, irritabilidade, dificuldade de concentração e memória debilitada.

A manifestação da doença reduz acentuadamente o vigor físico, porém, o desânimo é um traço marcante do anêmico. Essa condição interna representa a principal causa metafísica da anemia.

O anêmico é uma pessoa indisposta, falta-lhe garra e vontade de viver. Sua vitalidade é diminuída, pois seu fluxo pela vida é menor: não sente prazer e alegria naquilo que faz.

Geralmente, a pessoa que sofre de anemia vive “aérea”, não se envolve profundamente com as situações a sua volta. Afinal, sua vontade de viver não é suficiente para assumir sua própria vida; caso o fizesse, teria prazer e motivação pessoal.

A falta de segurança em si mesma provoca o medo da vida; isso leva a pessoa a se apoiar nos outros, gerando a dependência.

O que falta para essas pessoas somente elas podem se proporcionar. É necessário tomar posse de si e reconhecer seu próprio potencial; parar de solicitar tanto dos outros, dar mais de si naquilo que fazem. Sair da dependência; ter maturidade para resolver seus próprios problemas.

Essa reformulação interna resulta em saúde no corpo e realização pessoal na vida.

Em seu livro, Cristina Cairo afirma que pessoas que subestimam a sua própria capacidade tendem a sofrer mais com a anemia. Se autovalorizar pode ser um bom remédio para este mal. Acompanhe:

Anemia segundo Cristina Cairo:

Para tudo na vida há um porém: há pessoas que não conseguem aproveitar os bons momentos de sua existência porque vivem temerosas; há as que acabam ficando sem alegria no coração porque não sentem prazer em mais nada; há ainda aquelas que se sentem subestimadas pelos outros, e outras, ainda, que acreditam que há certos limites na vida e perdem a vontade de se amar.

Ora! De onde vocês tiraram essas ideias?

Se, em sua educação, nunca o valorizaram nem incentivaram ou elogiaram, então dê chances às outras pessoas que notem suas qualidades, já que você mesmo acha que não as nota e precisa de reconhecimento alheio. Intimamente, você sabe que tem, mas precisa ouvir isso de alguém.

A energia vital flui livremente em nosso corpo, quando nossos sentimentos e emoções estão desbloqueados. Deixe a vida fluir dentro de você e busque pessoas e acontecimentos agradáveis que possam aumentar seu ânimo porque sua saúde depende, única e exclusivamente, de sua maneira de pensar. Os agentes químicos comandados pelo cérebro farão exatamente aquilo que mais pensamos.

Se formos pessoas cheias de sentimentalismo e, conservarmos sempre a postura de vítima, o cérebro ordenará que nossa corrente sanguínea dependa de agentes externos para que possa continuar o trajeto pelo corpo. Perceba que essa situação pode ser exatamente semelhante ao comportamento que você está tendo em relação a certas pessoas e à vida. Você não quer admitir, mas está sempre precisando ser reconhecido, admirado, incentivado e pretende até ser o centro das atenções (mesmo dentro dessa sua modéstia). Reconhecer e assumir os próprios valores é realmente muito difícil porque nosso ego se “alimenta” de influências externas. Todavia saiba que não precisamos de nada que venha de fora. Isso é uma ilusão! No momento em que você sentir segurança pelo o que você é, tudo começará a se transformar em seu caminho.

Em primeiro lugar cuide dessa aparência, pois é impossível ser otimista com essa cara de velório!

Ame-se e desvincule-se da dependência do amor dos outros. Siga seu caminho, com coragem e bom humor. Assim as pessoas passarão a amá-lo e você, certamente, terá muito a oferecer. Ninguém gosta de gente que vive reclamando da vida e cheio de doenças. Na verdade, todos procuram estar ao lado de quem acredita no melhor e tem vontade e energia para gostar de si mesmo… e dos outros. Essa sua atitude de pessoa “fraca por natureza” só fará com que outros tenham dó de você e dó não é amor, é raiva disfarçada!

Quer tomar vitaminas? Tome-as! Mas creia, isso de nada lhe adianta se você for incapaz de mudar seu senso de humor e essa dó de si mesmo que, na verdade, não passa de autopunição pela dificuldade de assumir a força que existe em sua mente. Sinta-se alegre com as travessuras ingênuas de uma criança e até de singelos fatos que lhe ocorrem diariamente, porque daí brotará a verdadeira felicidade de que você precisa. Saiba que o sorriso alegre tem um poder de cura impressionante. A terapia do riso vem sendo aplicada em muitos hospitais nos EUA, em vários tipos de pacientes e curando doenças de toda espécie, principalmente o câncer, que é um problema psicossomático de falta de alegria. No Brasil, recentemente, surgiu um grupo de palhaços que visita hospitais infantis a fim de fazer rir crianças com doenças terminais. Os resultados têm sido os mais animadores.

Vamos, saia dessa! Deixe de esperar que as coisas aconteçam. Quem manda em sua vida é você mesmo e ninguém poderá resolver indefinidamente os seus problemas. Acorde! Condicione-se ao fato de que com força e coragem nada poderá prejudicá-lo, nem fazê-lo sofrer, a menos que você permita. Entendeu? Você sabe como sair dessa, pois, melhor do que ninguém, conhece sua vida pessoal e profissional. Portanto, apenas pense forte e saia para a vida à procura de amigos e de bons relacionamentos. Deixe definitivamente de se achar responsável por tudo e passe a fazer o que gosta, sem dó de críticas. Aliás, encare as críticas como uma fórmula mágica para você melhorar cada dia mais, sem se anular por qualquer coisa ou por qualquer um, pois se alguém tenta nos comandar é porque percebe que a “presa” é fácil.

Entenda: estou apenas dizendo a você que, quando mostramos insegurança, as pessoas que possuem autoridade sobre nós tentam nos conduzir à maneira delas, por entenderem que somos incapazes de resolver saudavelmente nossos problemas. Responda sinceramente: é isto que você deseja para a sua vida?

Fonte: Metafísica da saúde e Eu sem fronteiras

Agende agora mesmo sua sessão de ThetaHealing com Emeli Scabeni.

Emeli Scabeni atende na região sudoeste do Paraná, nas cidades:

  • Pato Branco: VP Estúdio Vanessa Polo;
  • Coronel Vivida: Clínica de Estética Facial Larissa Frizzon;
  • Chopinzinho: Equilibrium Estética e Terapias Integradas.

Ligue ou envie mensagem no WhasApp para: (46) 9 9116-8084

Escreva para emeliterapias@gmail.com 

Facebook: Emeli Terapias

ThetaHealing® e ThetaHealer® são marcas registradas da THINK em www.thetahealing.com

*ThetaHealing Institute of Knowledge® e Think®: trademarks of Nature Path Inc

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s